quarta-feira, 11 de maio de 2016

Quando dormirá a noite toda? (por Carlos González)

"Quando meu bebê vai aprender a dormir a noite toda? Meu filho acorda muito, isso é normal? Como acostumo meu bebê a dormir até o dia seguinte?"

Essas dúvidas toda mãe tem, principalmente quando ouve das amigas, tias, avós e mães que a partir de tal idade o "normal" é o bebê dormir muitas horas, não acordar mais durante a noite. E aí? O que é "normal" para um bebê?

Nesse trecho do livro "Un regalo para toda la vida – Guia de lactancia materna", traduzido por Fernanda Mainier Hack e Luciana Freitas, o pediatra Carlos González fala um pouco sobre esse assunto


Vem com a gente saber mais!




"Ultimamente estão muito na moda diversos métodos de ensinar bebês a dormir. Isso é uma besteira; todos os bebês sabem dormir. Os fetos já dormem antes de nascer, e os recém-nascidos passam mais (alguns, muito mais) de quinze horas por dia dormindo. Um bebê que não dorme morreria em poucos dias, como um adulto.

Na verdade, o que os bebês aprendem com o tempo não é a dormir, mas a ficarem acordados. Têm que passar das quinze a vinte horas de sono do recém-nascido para as sete ou oito do adulto; então é claro que dormirão cada vez menos. Mas não é um aprendizado propriamente dito (ou seja, algo que tenha que ensinar a eles), e sim um processo de amadurecimento, o mesmo que aprender a sentar ou a caminhar: todas as crianças aprenderão quando chegar o momento, sem que seus pais façam nada de especial (apenas o de sempre: dar amor e atenção), e nenhuma estimulação intensiva ou precoce pode fazer que eles aprendam antes ou melhor.

Um dos marcos desse processo de amadurecimento ocorre por volta dos 4 meses, quando os bebês começam a acordar com frequência à noite. Muitas mães se surpreendem, se preocupam e até se assustam, pois lhes disseram que o bebê dormiria cada vez mais (ainda mais? Entrariam em coma!). Mas você já está avisada: aos dois ou três meses pode ser que seu filho durma seis horas seguidas, ou até mesmo oito; mas por volta dos quatro ou cinco meses provavelmente começará a despertar várias vezes todas as noites, mais ou menos a cada uma hora e meia ou duas. Lembre-se de que é um processo normal de amadurecimento. Não faz falta que lhe ensine, que tente despertá-lo a cada duas horas, ele já fará isso. (Há alguns bebês que não despertam, dormem de uma estirada só. Se por acaso seu filho é um desses, não se preocupe, também é normal.).

A partir daí entramos em território desconhecido; temos muito poucos dados sobre a evolução natural do sono dos bebês. Com certeza é muito variável, e cada bebê é diferente. Por volta dos dois anos, eles acordam menos e a partir dos três, dormem de uma estirada só (pelo menos, a maioria daqueles bebês que não sofreram experiências traumáticas, porque ninguém os deixou sozinhos contra sua vontade). Por volta dos três anos, muitas crianças que dormiam com seus pais, aceitam dormir em outro quarto, sempre e quando têm companhia para a hora de dormir. Por volta dos sete anos, muitos são capazes de adormecer sozinhos (quer dizer, você dá um beijinho, dá tchau e eles deitam em sua cama sem chorar, sem reclamar, sem chamar…)."


Leia também:

- Tabela de sono dos bebês

- 8 fatos sobre o sono do bebê que todo pai e mãe deveria saber

- Expectativas sobre bebês. Parte 1: desenvolvimento físico e sono
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...