terça-feira, 29 de março de 2016

Se eu começar a ordenhar minha produção de leite vai aumentar? Se eu ordenhar para doação vai faltar leite para o meu bebê? Se eu parar de fazer ordenhas meu leite vai secar?


Por Fernanda Rezende Silva
Revisão: Leidiana Pereira, Bia Ferreira, Luciana Freitas




Estas perguntas são muito frequentes e causam preocupação nas mães, principalmente nas mães de bebês novinhos, que mal conseguem tempo para comer ou tomar um banho (imagine se ainda tiverem que pensar em ordenha como obrigação). Porque uma mãe se preocupa em aumentar a sua produção de leite? Será que a produção realmente está baixa (1)? Não faz sentido produzir leite para sobrar, e um bebê não vai mamar mais só porque estão lhe oferecendo mais leite: se ele se satisfaz com 150ml de LM em uma mamada, ele não vai mamar mais que isso, mesmo se sua mãe estiver produzindo 300ml, da mesma forma que um adulto não comeria 2kg de comida (mesmo diante de uma mesa farta) se no seu estômago só cabem 500g.
Vamos imaginar então que uma mãe tenha necessidade real de aumentar a produção de leite (por exemplo, para fazer um estoque para a volta ao trabalho), então ela questiona: "Se eu ordenhar minha produção vai aumentar?". Para responder esta e as outras questões sobre ordenha primeiro é preciso entender como funciona a produção de leite.
Em condições normais (sem bicos artificiais, com pega correta) o corpo da mãe produz leite de acordo com a necessidade do bebê: quem comanda a produção é o bebê (2). Se o bebê mama 10 vezes por dia: o corpo da mãe produz leite para 10 mamadas, se o bebê passa a mamar 12 vezes por dia: o corpo da mãe ajusta a produção para 12 mamadas. E se a mãe passa a fazer uma ordenha por dia? O corpo da mãe produzirá leite para 12 mamadas + 1 ordenha, então a resposta para a primeira pergunta é: sim, a mãe passa a produzir mais leite quando começa a ordenhar, mas as mamadas do bebê não se alteram por causa da ordenha. 
Aí algumas mães questionam: "estou começando a ordenhar para a volta ao trabalho e não consigo tirar quase nada". Isso acontece porque nenhuma bomba é tão eficiente quanto a sucção do bebê, então é esperado que o corpo da mãe demore mais tempo para entender que precisa produzir leite no horário da ordenha (daí vem a importância de se criar uma rotina de ordenha para a volta ao trabalho). Depois de alguns dias ordenhando sempre nos mesmos horários o corpo da mãe passa a produzir leite também para as ordenhas.
Vamos pensar agora em situações práticas. Uma mãe de RN, que passa o dia com bebê plugado no peito: faz sentido ela pensar em ordenhar para aumentar produção de leite? Não faz sentido, pois ela estaria trocando uma mamada do bebê por uma ordenha, e nós sabemos que o bebê é muito mais eficiente, então se essa mãe fizer isso corre o risco de diminuir sua produção de leite. E a mãe de bebê que está na UTI, deve ordenhar? Nesse caso vale muito a pena ordenhar, pois a mãe está separada do bebê - fazendo ordenhas ela mantém a produção de leite. Uma mãe está retornando ao trabalho: ela pode ordenhar nos horários em que o bebê mamaria? Sim, é uma ótima ideia, mas lembre que ordenha depende de rotina: se esta mãe não conseguir fazer as ordenhas regularmente o volume de leite ordenhado vai diminuir. 
Vamos pensar agora na doação de leite: a mãe deseja se tornar uma doadora de leite materno, o que ela deve fazer? Ela deve criar uma rotina de ordenha como se fosse para a volta ao trabalho (3). Não vai faltar leite para o bebê, pois o corpo vai passar a produzir leite para mamadas e ordenhas, por isso as campanhas de doação de leite dizem que toda mãe que amamenta tem possibilidade de se tornar uma doadora.
E agora, meu bebê não aceita mais LM na creche - se eu parar de ordenhar meu leite vai secar? Não, seu leite não vai secar só porque você parou de ordenhar: enquanto tem bebê mamando tem LM sendo produzido. Se o seu bebê agora só mama no peito uma vez ao dia: seu corpo ajusta a produção para uma mamada. Se a mãe retorna ao trabalho e passa a trabalhar em escalas de 12x24: o corpo dela se ajusta, ele entende que por 12 horas não precisa produzir leite mas nas 24 horas seguintes deve produzir. 
Quando a mãe opta por desmame natural, você sabia que o bebê pode passar dias sem mamar e depois mamar novamente? Sim, pode acontecer de uma criança passar por exemplo uma semana inteira sem mamar e depois pedir para mamar: vai ter leite sim para esta mamada.
1 - Tem mesmo pouco leite, baixo peso? NAN é a solução?
http://grupovirtualdeamamentacao.blogspot.com.br/2014/08/tem-mesmo-pouco-leite-baixo-peso-nan-e.html
2 - O controle da composição do leite - pelo pediatra Dr. González
http://grupovirtualdeamamentacao.blogspot.com.br/2014/06/o-controle-da-composicao-do-leite-por.html
3 - Volta ao Trabalho e Ausência Ocacional da Mãe
http://grupovirtualdeamamentacao.blogspot.com.br/2015/11/volta-ao-trabalho-e-ausencia-ocacional.html


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...